sexta-feira, 18 de maio de 2012

Comunicação Intercelular

Decidi começar com um assunto básico, porém importante! Como tudo na medicina, se não entendemos o básico depois fica mais difícil entender o que vem pela frente né?! Espero que ajude..


As células se comunicam por difusão simples, distribuição de materiais através do sistema circulatório e envio rápido e específico de mensagens através do sistema nervoso.
Existem somente dois tipos básicos de sinais fisiológicos para que duas células se comuniquem: elétricos (variações de potencial de membrana da célula) e químicos (moléculas secretadas no liquido extracelular). Sinais químicos liberados pelas células são chamados de primeiros mensageiros.

Comunicação célula-célula / intercelular
  • Transferência citoplasmática direta de sinais elétricos e químicos através de junções comunicantes que conectam células adjacentes.
Junções comunicantes = canais protéicos são formados pela junção de conexinas (proteínas transmembrana) de células adjacentes, criando assim pontes citoplasmáticas entre estas células adjacentes. Este canal pode abrir e fechar.
Quando estão abertos as duas células funcionam como se fosse uma, e passam de uma pra outra moléculas como aminoácidos, ATP e o AMPc.


  • Comunicação local por substâncias químicas que se difundem através do liquido extracelular (sinal parácrino e autócrino).
  • Comunicação a longa distancia através de uma combinação de sinais elétricos transportados por células nervosas e sinais químicos transportados no sangue.

Sinalização intercelular
-        Sináptica
Célula nervosa envia sinal para outra célula através de sinapse.
-        Intrácrina
 Produzido pela célula, não saiu da célula, e agiu dentro da célula.
-        Autócrina
Produzido pela célula, sai da célula e age sobre a própria célula.
Ex.: neuromoduladores
-        Parácrina
Molécula sinalizadora é secretada no meio intersticial e age na célula alvo adjacente. (Uma substância pode atuar como autócrina e parácrina). Ex.: histamina, citocinas, óxido nítrico.
As substancias parácrinas e autócrinas (justácrinas) atingem suas células alvo por difusão através do liquido intersticial. Como a distancia é um fator limitante para a difusão, a amplitude efetiva de um sinal químico esta restrita às células adjacentes.

-        Endócrina
Molécula sinalizadora (hormônio) é liberada na corrente sanguínea e chega até a célula alvo.

Pode ocorrer por meio de hormônios ou estimulação química.


Beijos, Bons estudos =)

Um comentário:

  1. muito bom, gostei, era justamente o que precisava para as minhas aulas de fisiologia, rsrrs, muito obrigada, ótimo trabalho!!!

    ResponderExcluir